sexta-feira, 8 de abril de 2016

                                                                         Dor



Dói o choro sentido de uma criança...
Sede e fome não saciadas.
Dói o olhar de um animalzinho abandonado...
Um imenso amor não correspondido.
Dói a falta daquele beijo ardente...
O medo de uma escuridão profunda.
Dói aquela terra triste ressequida...
Ver um fruto perder sua semente.
Dói perder um grande amigo...
Mas, o que deve doer mais na alma!
É não poder perceber o que dói na gente.


                                                    (velu)

                                           Imagem ( Pixabay )

quinta-feira, 31 de março de 2016


                                  Sutileza



          Tenho como maior amigo, o vento...
          A imensidão do universo é a minha estrada...
          Ora voo pra frente, ora pra trás, e me vou...                
          Tenho a velocidade e o reflexo como maiores tesouros...
          Sou sutil, porém, por onde  passo sou admirado...
          Embalo o meu canto com o néctar vindo da  flor...                                                                                       
          Ou da bondade humana  em doces potes de  amor...
          Não tenho destino certo, somente a felicidade de momento...
          Muitos  caminhos a percorrer, muitas flores para beijar...
          Faço parte dessa bela aquarela da vida...
          Percorro  todos  dias, minhas amigas multicolores; as flores...
          Carrego comigo pequeninos  sonhos, e  posso testemunhar grandes amores.
                                                                     

                                                                          velu

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

                                         
                                                Reencontro


          Há dias em que convivo comigo e não sei quem sou...
          Tento me descobrir em meio aquela ansiedade que me consome...
          Naquela vontade de ir e, ao mesmo tempo ficar...
          Naquele parecer gostar cheio de incertezas,mas repleto de felicidade...
          No pássaro na imensidão da floresta hipnotizado pela liberdade.
          Na fonte que mesmo pequena carrega consigo a certeza que terá um grande fim...
          No sol que traz consigo a vida, mas que sabe que tem que revezar com o véu prateado dos           ..       pingos da chuva...
          No dia incansável do progresso e no seu intervalo manso com o manto da noite...
          Eis que chega a primavera com o seu colorido enriquecendo nossos olhos e inspirando os 
          corações. 
          Então me descubro...sou parte dessa natureza bela que Deus nos deu. Cheia de riquezas e    
           melindres.
           
           
          
          

sábado, 1 de agosto de 2015





                                                      Pensamentos Divagantes


           Você já passou por aquele momento em que você tem tanto a dizer e, não consegue concatenar o que deseja expressar? Pois é por esse momento que estou passando neste exato momento. Por isso vou escrevendo sem rebuscos,sem preocupação direta, mas somente pra tentar esvaziar e, ao mesmo tempo preencher o vazio que ocorre dentro da minha cabeça.Sei que é meio complexo a compreensão dessa explicação, mas você que já passou por um momento assim me entenderá direitinho! 
          Sabe...tenho tudo pra ser feliz e me considero feliz. Quando digo tudo, não me a refiro bens materiais, pois isso pra mim não é o elemento fundamental para a felicidade. Isso facilita e, pra muitos, satisfaz o ego,preenchendo uma lacuna juntamente com a vaidade humana.
          Você já tentou ficar sem pensar por um segundo? Experimente. É assim. A gente fica sem saber o que está realmente pensando.A impressão que se tem é de que no meio de um vácuo, palavras soltas tentam se juntarem para formar algo concreto. Será concreto,abstrato ou semiconcreto? Sei lá! Mas essa é impressão que fica.
          Por que estou postando isso? Porque sinto a necessidade de dividir com meus amigos, os meus sentimentos dos últimos dias. 
          Muitos devem pensar:-Como o marido dela permite isso? Respondo:
          - Ele sabe que escrevendo me sinto bem. Sabe também que isso não ofende as pessoas.
           Vergonha de postar? Não tenho, pois é o que tenho necessidade de fazer.E ele me ensinou a ser muito mais feliz se eu não me importar com a opinião alheia.
           Ah! Me ensinou também que o mundo estaria bem melhor se a hipocrisia não dominasse o seio da sociedade.
          Só mais uma uma coisinha! Tente ficar um minuto sem pensar...é um ótimo exercício.

sábado, 25 de julho de 2015


  Gif        Barrinhas da Luma  BGif




                                          Dia do escritor
                                                          ( velu)



Quero aqui homenagear todos os escritores desse nosso imenso Brasil.
Podemos ter muitos problemas, milhares deles pelo país afora, mas a alma do poeta, escritor ou expositores de sabedoria está sempre recheada de sentimentos de toda natureza. Que como passarinho na gaiola almeja a sua liberdade para regozijar os corações sedentos da beleza da combinação das palavras ditas com com o coração.Que dão alento a muitas dores ou alimenta muitos amores.
Parabéns aos nossos escritores locais em especial.